Pesquisa mostra que intenção de compra no varejo é recorde


Levantamento mostra que 77% dos consumidores pretendem comprar.
Disposição para comprar pela internet também cresceu, aponta FIA.


A proporção dos consumidores que pretendem adquirir bens duráveis neste primeiro trimestre alcançou 77%, segundo pesquisa do Provar/FIA e da Felisoni Consultores Associados. O percentual é o maior desde o quarto trimestre de 1999, quando teve início o levantamento. No primeiro trimestre de 2009, a intenção de compra era de 66,6%.
A Pesquisa Trimestral de Intenção de Compra no Varejo avalia as intenções de compras e de gastos em relação a dez categorias de produtos (linha branca, eletroeletrônicos, telefonia e celulares, informática, automóveis e motos, cine e foto, material de construção, cama, mesa e banho, e móveis e eletroportáteis) e uma avaliação sobre a utilização de crédito nas compras de bens duráveis.
De janeiro a março, os itens de cine e foto lideram as intenções de compra, com 14%, seguidos pelos produtos de informática, com 13,2%, e o segmento de telefonia e celulares 12%.
Também houve elevação na expectativa de gasto médio em metade das categorias pesquisadas, na comparação entre os primeiros trimestres de 2009 e 2010. A maior alta é esperada nos gastos com eletro-eletrônicos, de 103,5%, seguida por material de construção (24%), móveis (12,4%), informática (10,5%) e cama mesa e banho (6%).

Compras pela internet

O levantamento do Provar/FIA também apontou alta na intenção de compras pela internet em relação ao trimestre anterior, com 86,8% dos entrevistados declarando intenção de comprar pelo menos um item dos segmentos consultados.
A preferência dos consumidores é pelos segmentos de CDs, DVDs, livros e revistas; informática e eletroeletrônicos, que apresentam crescimentos mais expressivos: 56,4%, 50,2% e 14,7%, respectivamente.

0 comentários:

Postar um comentário